BLOG DA ESCOLA

4 passos para aumentar a relevância da comunicação empresarial usando dados

artificial intelligence 4694502 640

Em um cenário corporativo cada vez mais orientado por dados, a máxima “contra dados não há argumentos” se torna cada vez mais relevante. De acordo com o McKinsey Global Institute, empresas que utilizam dados de forma efetiva são 23 vezes mais propensas a adquirir clientes, 6 vezes mais propensas a reter clientes e 19 vezes mais propensas a serem lucrativas. 

Decisores corporativos demandam suporte analítico para tomar decisões num mundo cada vez mais incerto, e é aqui que a comunicação empresarial pode se posicionar como um conselheiro estratégico imprescindível.  

Para alcançar esse status, a pessoa da área de comunicação precisa seguir um framework, que tem alguns passos essenciais. É preciso identificar prioridades, extrair significados dos dados, criar narrativas claras, persuasivas e envolventes, e apresentar cenários das consequências das decisões.  

Apresentamos esse modelo no Curso Completo em Gestão da Comunicação Digital da Escola Aberje, mas vou resumi-lo neste post. 

1 – Identificar Prioridades 

O primeiro passo é identificar o que é prioridade para o Board. Quanto mais aderente ao tema prioritário da gestão no momento, mais relevante será a análise apresentada pela Comunicação Empresarial. Nossa área, por ser transversal, é porosa a informações de diferentes fontes, podendo ser uma Grande Conselheira de quem toma decisões, mas tão importante quanto ser capaz de obter informações, é ter discernimento se estas informações trazem respostas relevantes para o momento. Feita essa avaliação, o comunicador deve ser capaz de fazer as perguntas que podem trazer a solução desejada. Saber formular questões relevantes é uma habilidade natural dos comunicadores e só a partir destas questões é possível obter os insights que os dados guardam dentro de si.  

2 – Extrair Significados 

Uma vez identificadas as prioridades, o próximo desafio é extrair significado dos dados disponíveis. Dados brutos, por si só, não informam nada. É necessário um olhar treinado para analisar tendências, identificar padrões e compreender o contexto. Isso requer não apenas habilidades analíticas, mas também uma compreensão profunda do negócio e de seu ambiente. Um bom comunicador é capaz de transformar dados complexos em insights claros que possam informar decisões estratégicas, e deve ocupar cada vez mais esse lugar. 

3 – Criar Narrativas Relevantes 

O passo seguinte é a criação de narrativas que transmitam esses insights de maneira clara e persuasiva. A arte de contar histórias é uma ferramenta poderosa na comunicação empresarial. De acordo com a Stanford Graduate School of Business, pessoas lembram histórias até 22 vezes mais do que fatos isolados. Narrativas bem construídas tornam os dados mais acessíveis, facilitando a sua apreensão e uso para tomada de decisões informadas. O comunicador deve usar técnicas de storytelling para destacar os pontos mais importantes, contextualizar as informações e engajar o público. Uma narrativa eficaz não apenas apresenta dados, mas também se conecta emocionalmente com o público, aumentando o impacto da mensagem. 

4 – Tomar ou auxiliar a tomada de decisão 

Com base em sua análise de dados, o comunicador pode ser capaz de apresentar cenários, sugerir decisões e, eventualmente, tomá-las. É importante ser visto neste papel de pessoa decisor, alguém que consegue arbitrar dentre as incertezas e apontar um caminho. Este exercício auxilia que toma decisão a avaliar possibilidades, e, também, mostram que o comunicador é capaz de agir neste lugar de decisor, aumentando a ascendência do setor na Organização. 

A comunicação estratégica deve utilizar dados para moldar percepções, influenciar comportamentos e direcionar ações. Ao ocupar esse papel, os comunicadores ajudam a alinhar toda a organização em torno de objetivos comuns, promovendo uma cultura orientada por dados e insights. Como disse, tenho o prazer de lecionar um módulo inteiro sobre isso aqui na Escola Aberje. 

Em um mundo onde os dados são cada vez mais valorizados, a comunicação corporativa tem a oportunidade de ampliar sua relevância e se posicionar como um pilar estratégico dentro das organizações. Para isso, é fundamental que os comunicadores sejam capazes de identificar o que é prioritário, extrair o significado por trás dos dados, criar narrativas que apresentem esses significados de maneira clara, persuasiva e envolvente, e apontar caminhos.  

Ao abraçar essa abordagem, a comunicação transcende sua função tradicional e se torna uma força motriz para a inovação e o crescimento sustentado. Assim, os comunicadores se posicionam como verdadeiros conselheiros estratégicos, essenciais para o desenvolvimento e a implementação de ações que realmente fazem a diferença. 

  • COMPARTILHAR:

COMENTÁRIOS:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *